segunda-feira, 9 de março de 2009

Purim

Festa nas ruas de Jerusalém. Como eu nunca pude ver em São Paulo. As pessoas se fantasiam como se fosse a coisa mais comum do mundo e a alegria está no ar, em todas as ruas, as lojas lotadas de coloridos e dourados. O tom da paisagem humana está mudada e o layout preto-e-branco-com- cachinhos dos ortodoxos saiu da cena urbana para dar lugar à pedritas sem meias, perucas loiras, adolescentes vestidas de noivas e diabinhas com chifre e tridente vermelhos de espuma, garotos com perucas azuis. Adar é o mês da alegria.
Falta, claro, uma boa música de rua. Mas o israelense não possui esse referêncial. Mas eu conheço o carnaval do Pelô e a música brasileira; estou de ipod itouch. Novinho em folha. Então, tudo é mesclado pela intensa e boa música que caminha comigo.São Paulo, São Paulo:Vinicius acertou sobre o túmulo do samba. Uma pena que nem no carnaval as pessoas dos bons bairros de São Paulo possam ser alegres, descontraídas e fantasiadas como o jerusalomita.

Um comentário: