terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Noites Jerusalemitas

"Ok. Você venceu. Batata Frita." (Blitz)

Ou

"Supõe tu um campo de batatas e duas tribos famintas. As batatas apenas chegam para alimentar uma das tribos, que assim adquire forças para transpor a montanha e ir à outra vertente, onde há batatas em abundância; mas, se as duas tribos dividirem em paz as batatas do campo, não chegam a nutrir-se suficientemente e morrem de inanição. A paz nesse caso, é a destruição; a guerra é a conservação. Uma das tribos extermina a outra e recolhe os despojos. Daí a alegria da vitória, os hinos, aclamações, recompensas públicas e todos os demais efeitos das ações bélicas. Se a guerra não fosse isso, tais demonstrações não chegariam a dar-se, pelo motivo real de que o homem só comemora e ama o que lhe é aprazível ou vantajoso, e pelo motivo racional de que nenhuma pessoa canoniza uma ação que virtualmente a destrói. Ao vencido, ódio ou compaixão; ao vencedor, as batatas."

(Machado de Assis. Quicas Borba. cap VI)

2 comentários:

Yehuda disse...

"ao vencedor, as burekas".
versao judaica.

Luzinha disse...

hahahahahahahahhahahahahahahhahahahahahahah...num me faz rir maisssssssssssssssssssss do que já rio, befacacháaaaaaaaa!!!!!!