domingo, 15 de fevereiro de 2009

Sorry, periferia...


mas o Samir me pediu em casamento.






6 comentários:

Shlomit disse...

hum...

tô me segurando para não comentar eu mesma...:)

Slomit disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Djabal disse...

Meus parabéns!
A todos a vida dá tudo, mas a maioria ignora isso.
Viva a minoria esperta!!!!

Luzinha disse...

então Djabal...você é tão nobre!
Tem gente que não fala mais comigo, assim, descaradamente...e tem o povo que ignora mesmo, assim, achando que daqui a pouco eu vou voltar ao normal.

Bem, vc sabe, o meu normal não é muito acreditar em casamento mas no caso do Sami, acho que ele é bem malandro e arranjou uma fórmula para me manter mais por perto.

Parece que o casório vai ser aí. Por que que árabe tem essa mania de conhecer a familia????

Business?
:)

Djabal disse...

O casamento geralmente dá problema quando um vai e outro fica, e vice-versa. Daí todos se cansam. Tudo precisa ser mutável, as partes, os sentimentos, as situações e a vida. Sem parar. Quando para, cansa. Quando cansa troca. É isso? Sei lá, entende? ... Mil coisas. Como diz um amigo meu, don't tell me, show me. Besos.

Yehuda disse...

lululululululuululuuuuuii!!! *linguinha pululando dentro da boca*